Tá Estressado?

Hoje com uma grande parceira venho a falar desse tema que infelizmente vem se tornando mais e mais comum nos dias de hoje, o ESTRESSE.

Problemas não resolvidos, frustrações e impaciência na vida moderna ganharam um nome: estresse. Inicialmente, ligado ao trabalho o estresse é considerado o mal do século. Ambientes profissionais cada vez mais competitivos, padrões de sociedade que queremos atingir, trabalho, carreira, futuro, família, amigos, estudo, transporte, vida social ativa, relacionamento saudável, viagens… até mesmo as coisas boas da vida, se não forem bem administradas podem gerar um estresse que, ao somar com outra aqui, outra ali, podem tomar dimensões maiores que o cansaço emocional.

Ultimamente, os efeitos do estresse começaram a aparecer com maior frequência. O cérebro libera uma substância que alteram o funcionamento do organismo do corpo. o problema, que era mental, passa a ser físico e esse é o alerta principal que nem tudo está sob controle! Mas como saber quando o estresse passa do limite e você se torna aquela pessoa irritada e brava de quem todos falam mal??? Antes disso acontecer (e espero que não aconteça!), o nosso corpo emite alguns sinais que são um aviso  para você abrir os olhos. Selecionamos aqui os 5 mais frequentes. 

QUEDA DE CABELO

Todos nós perdemos cabelos todos os dias, mas quando a quantidade deixada na escova ou no banho aumenta, tem algo errado!

cabelo

INSÔNIA

Um ciclo vicioso se incia quando você não consegue dormir porque esta preocupado e no dia seguinte se preocupa porque não conseguiu dormir bem. E aí o dia segue arrastado e o sono vem na hora em que você não pode dormir e quando se deita, não consegue fechar os olhos. Isso acontece porque o hormônio ligado ao estresse mantém o corpo em alerta e impede o relaxamento. Fique atento se for algo frequente.

insonia

GRIPES RECORRENTES

O estresse abaixa nosso sistema imunológico e qualquer ar condicionado mais forte, ou virada de tempo, mesmo que não seja brusca já pode causar uma gripe. Ou emendar uma gripe em outra. Quando os remédios para a gripe não fazem mais efeito, e hora de se preocupar.

gripe

DORES PELO CORPO

O estresse está ligado ao aumento dos níveis de cortisol na corrente sanguínea e este aumento pode gerar tensão muscular, principalmente na região do pescoço e ombros.

dores

AUMENTO DE PESO

A pressa em resolver alguma coisa é maior que o tempo para almoçar, a ansiedade gera fome e assim os kg a mais na balança vem chegando quando a alimentação saudável vai sendo deixada de lado e da espaço aos alimentos que nos dão uma falsa sensação de alegria. Esse mesmo cortisol que falamos antes, também pode influenciar na sua fome. A vontade por doces e gorduras aumenta porque bem estes alimentos “abastecem” a produção hormonal, por isso o paladar parece pedir “as comidas reconfortantes”, como chocolate e massas.

balanca01
Esse último item, pode ser percebido com mais tempo e precisa tomar cuidado para não confundi-lo com a síndrome do intestino irritável, como aconteceu com a ex miss Irlanda Tiffany Brien, de 26 anos. Recentemente, ela postou duas foto: uma antes de ela dormir que mostra sua barriga chapada e a outra em que aparece com uma barriga de “grávida”. Quando o efeito é tão rápido assim, como inchaço é preciso procurar um médico. A síndrome do intestino irritável está relacionado as dores musculares dos tecidos que revestem o intestino que impedem o funcionamento normal e geral o mau estar.

Imagens-de-DESTAQUE-só-existe-deitada-208

Se identificou com 2, 3 ou mais desses? Calma! Essa vai ser sua palavra daqui pra frente!
A boa notícia é que o estresse, do mesmo jeito que vem, pode ir embora! E existem diversas formas de combate-lo no dia a dia mas o que dá resultados mais rápidos, e a prática de exercícios físicos. Ha princípio pode parecer difícil, mas ele e uma válvula de escape que faz falta quando você não tem. Tem pessoas que descontam socando sacos de areias e usam os treinos de luta para isso! Tem gente que prefere ouvir uma boa música no fone e correr distâncias cada vez maiores ou mais rápido para melhorar o tempo anterior. Ha quem goste também de uma boa música, mas curte pedalar observando a cidade. Tem aqueles que , como eu, na dança esquecem tudo que não esta na letra da música e se transporta pra outro mundo, onde apenas a música manda no corpo e na mente.
Seja ele qual for: caminhada, corrida, luta,  pilates, dança, jogo, treino, skate, bike, patins, funcional… o importante é começar a fazer algo que te traga o compromisso com uma sensação boa de dever cumprido, desafio realizado, superação. Isso vai te impulsionar a solucionar os demais problemas que estão causando o estresse. O importante é respirar fundo e seguir em frente. Sempre com calma (e com musica!). 

Carlos e Ju Tessarolo
1 de setembro de 2016
 •  Comportamento  Dança  Saúde e Bem Estar  •       
Entre em contato